Inventando o mundo


A minha imaginação ia longe quando eu abria aquele livro de capa amarela em que uma menininha segurava o mundo. O ano eu não me lembro exatamente, eu deveria ter uns 7. ‘Lili inventa o mundo’, do Mario Quintana, me marcou e o nome do blog nasceu dele. O livro, já não tenho mais. O que tenho ainda, e muito, é a vontade de sair sonhando por aí e inventando o meu mundo.

 

Sempre tive essa inquietação, essa vontade de sair de Curitiba e ir conhecer outras partes. Sonhava, pensava, lia mil coisas sobre mil lugares. Até que em um dia de outubro de 2008, depois de ler uma matéria de uma jornalista que viajou quatro meses pela América Latina, decidi: era isso que eu queria fazer. Pronto. Juntei dinheiro, larguei meu emprego, vou deixar minha casa, minha família e meus amigos para conhecer países desse continente grandão. Quero poder contar aqui as minhas experiências, as minhas dúvidas e os meus aprendizados. No dia 18 de abril eu começo a viagem. Foz do Iguaçu é a primeira parada.

 

Eu não vou parar de sonhar. Isso nunca. Mas agora vou viver um pouquinho também.

 

“As pessoas sem imaginação podem ter tido as mais imprevistas aventuras, podem ter visitado as terras mais estranhas. Nada lhes ficou. Nada lhes sobrou. Uma vida não basta ser apenas vivida: também precisa ser sonhada”. Mario Quintana (‘Lili inventa o mundo’)

 

 

 
 

 

 

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em início, Pelo mundo

8 Respostas para “Inventando o mundo

  1. Parabéns pelo primeiro post_ Eu já tinha lido ontém. Mas ouvindo a releitura dramatizada do Mick ficou ainda mais legal_rs

    boa viagem menina_

  2. alexandermarques

    boa viagem, Deus a acompanhe em todos os momentos! 🙂

  3. Fabi

    Resolvi postar aquele pensamento do Almyr Klink do qual te falei e que tem tudo a ver com esse momento:
    “Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver.”
    Boa viagem Rê!

  4. Renata

    Miga ! Boa viagem !
    Vou acompanhar tudinho !
    Beijos

  5. Mariana Dias

    Oi, Renata
    Passei por aqui e fico muito feliz em saber que a minha viagem (+ matéria) tenha servido para te dar o empurrãozinho que faltava.
    Aproveite tudo, com olhos, ouvido e a cabeça bem aberta.
    Boa viagem!

  6. Andréa

    Chuchuzinha!!!!Boa viagem, bem fofinho seu blog!!!Li o que tu escreveu do Mario Quintina!!!Essas coisas de quando a gente é criança nos marcam tanto…até chorei!!!Feliz e feliz por vc estar por esse mundo inventanto coisas!!!!Nem precisa brincar de mundo perfeito…
    Mundo perfeito seria: eu com 29 anos com dinheiro para viajar pela America do Sul…conhecer pessoas muito muito legais, …ver meninos guaranis lindos, ver gente vendando frango pelo pé!!!melhor que imaginar coisas perfeitas é vive-las!!!
    A borboleta 88!!!Tinha no meu sítio!!!!Eu amava, amava quando via uma, meu pai dizia que eram especiais!!!beijo no coração…saudades

  7. Papai

    Filha querida!

    Estou muito orgulhoso de você!
    Fiquei emocionado ao ler este 1º texto – “Inventando o mundo”

    Só quero reforçar o que a Mariana Dias recomendou: “Aproveite tudo, com olhos, ouvido e a cabeça bem aberta”.

    Beijos….

  8. Mamãe

    Filhotinha adorada,
    Sei que irei me emocionar muito todas as vezes que ler teus textos,assim como foi com este primeiro, principalmente por me lembrar da menininha que adorava histórias e com um livro na mão fazia de conta que o lia, muito antes de aprender a ler.
    Filha, nunca deixe de sonhar e ir atrás de teus sonhos. Estarei sempre torcendo por você.
    Te amo muito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s