Não vimos Evo


A noite anterior à independência boliviana foi muito intensa e acabamos não acordando para ver os desfiles oficiais e o discurso de Evo Morales. Mas tudo ocorreu em paz, pelo que ficamos sabendo. Fomos a alguns barzinhos no centro de Sucre com o chileno Tomas e o alemão Fritz, ótima gente que conhecemos no hostel no mesmo dia. Na volta para o hostel, às quatro da manhã, pegamos um táxi e o motorista, muito gentil, nos levou para uma volta no parque e nos ofereceu o que estava bebendo: álcool 96% quente com canela numa garrafa pet. Alguns ocupantes do táxi resolveram provar a mistura (aqui é muito comum as pessoas beberem álcool de cozinha, os mineiros de Potosi também bebem) e o resultado não foi muito bom. Ficamos até as seis e meia da manhã conversando na varandinha (a melhor varanda do mundo) e um de nossos amigos passou muito mal. Ficou horas trancado no banheiro por conta do álcool de cozinha, misturado com cerveja, vinho e tequila, claro. Enfim, no outro dia tudo voltou ao normal, mas quando fomos passear no centro o Evo já tinha ido embora. Próxima parada: La Paz!

viva a bolivia!!

viva a bolivia!!

 

baladinha em sucre com os amigos tomas e fritz

baladinha em sucre com os amigos tomas e fritz

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Pelo mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s