Férias em Coroico


Depois dessa descida de bike cansativa eu bem que merecia umas férias. Coroico foi, e está sendo, o lugar ideal para isso. Nos alojamos, Patricia e eu, num hotel que fica bem no alto da cidade. Tem uma vista incrível, sauna e piscina. Um luxo por uma diária de 75 bolivianos por pessoa. A rotina é acordar, tomar café da manhã no deck com vista panorâmica e descer para a piscina. Ontem apareceram três cariocas aqui e almoçamos com eles. Depois, mais piscina. Hoje, almoçamos num restaurante (Cafetal) que foi considerado pelo Lonely Planet, a bíblia dos gringos, como a melhor comida da Bolívia. A dona é francesa.

Aqui faz um calor bem brasileiro. Uma delícia. Descemos para a cidade só para comprar água e jantar. Estou ficando bem mal acostumada, juro que não quero sair daqui. Bom, vou tomar um banho…eu mereço depois de um dia cansativo na piscina.

Mais:

– Ao redor da cidade há muitas cachoeiras, piscinas naturais e comunidades bem rurais (inclusive um povoado negro). Pode-se chegar fazendo trilhas, de carro ou a cavalo. Pensamos em fazer umas trilhas por aí, mas nos disseram que seria muito perigoso para duas garotas sozinhas. Agências de turismo cobram, e cobram caro, para fazer qualquer passeio. Optamos por curtir o hotel. Um hotelzinho desses, acessível para mochileiras, só se encontra mesmo na Bolívia. A gente esquece até do mau atendimento.

 Pérolas bolivianas:

Estamos com rinite e fomos comprar lencinhos numa farmácia da cidade. A balconista era uma senhora de mais idade, que fazia tricô atrás do balcão. Cheguei e perguntei:

– Boa noite, a senhora tem lencinhos de papel¿

– Hum, acho que não, deixa eu ver.

(vi os lencinhos na vitrinezinha e disse):

– Tem sim, estão aqui, ó, e mostrei a ela

A mulher tentou pegar, começou a mexer dentro da vitrine, virou para mim e falou:

– Ai, olha, tá cheio de medicamento na frente, tá muito difícil para pegar, vai ali na outra farmácia.

Sem comentários…

Na mesma noite, entramos num restaurante para jantar. Já tínhamos ido lá, a comida é boa. Sentamos, pedimos os cardápios e veio o garçom:

– Não temos nada hoje, talvez mais tarde.

Não, não, não!!!!!!!!! Tem que ter muita paciência.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Pelo mundo

Uma resposta para “Férias em Coroico

  1. Mariana Dias

    hahaha

    A minha experiência foi assim:

    – Quanto custa aquela bolsa ali?

    – X bolivianos.

    – Posso dar uma olhada?

    – Você vai comprar?

    – Não sei, ué! Quero olhar primeiro.

    – Ah, então não vou pegar não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s